About

Eu devia ter escrito um about no início do blog. Eu devia ter escrito um about na seção apropriada, no about (depois eu transcrevo para lá). Eu tenho minhas dúvidas sobre a necessidade/validade desses “abouts”. Falar de si sem falar tudo é uma arte, exige uma certa malícia do escritor. Dizem que não se pode fornecer muitos dados na Internet, que eles podem ser usados indevidamente por gente mais indevida ainda. Corre-se um certo risco, que eu acho, como disse anteriormente, com uma certa manha, pode ser minorado.

Sobre a necessidade, deve atender a curiosidade de quem lê – alguém ainda lê blogs? -, quem será que escreve, ele ou ela? Moço, adulto, ou velho? Casado, solteiro, ou tico-tico-no-fubá? Bonito(a)? Feio(a)? Lustrado(a) ou iletrado(a)? Naturalmente que essa necessidade irá variar de acordo com o tipo de leitor(a) que for considerado, sujeito a esse mundão que é o universo virtual.

Em alguns blogs eu coloco: bras,cas,2f,53a,eng.mec. O pessoal aparentado com Champollion consegue decifrar os hieróglifos e chega mais ou menos a isso: brasileiro, casado, dois filhos, 53 anos, engenheiro mecânico. E com isso fico mais ou menos identificado e apresentado. Faltou, é claro, dizer que tenho dois cachorros da raça Basset Hound (Milho e Zidane), que sou um ávido leitor, gosto de escrever, e moro em Porto Alegre/RS.

Acredito que com isso satisfiz um pouco as exigências do about. O resto a gente vai revelando nos textos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


%d blogueiros gostam disto: